O VERDADEIRO SABER

O VERDADEIRO SABER

Por Osho

O VERDADEIRO SABER

“Osho o que é o desenvolvimento do Ser?

O Ser nunca se desenvolve. O Ser simplesmente É. Não existe evolução, não existe tempo no que se refere ao Ser. Ele é eternidade, não é um “vir-a-ser”.

Espiritualmente você nunca se desenvolve, você não pode. No que concerne ao objetivo máximo, você já o atingiu. Nunca deixou de atingi-lo.

Então o que é desenvolvimento?

Desenvolvimento é só um tipo de despertar para a verdade que você é. A verdade nunca vai ser maior do que é; só o reconhecimento é maior, a lembrança é maior.

É por isso que eu não falo a respeito do “desenvolvimento do ser”. Eu falo sobre todos os obstáculos que impedem o seu reconhecimento. E o conhecimento é o maior deles; por isso eu não falo a respeito dele. O conhecimento é a barreira.

Se você pensa que já sabe, nunca saberá.

Se você acha que já sabe, para que se dar ao trabalho de procurar?

Você pode continuar dormindo e sonhando. No momento em que você reconhece que não sabe, esse reconhecimento da sua ignorância atinge como uma flecha o seu coração, transpassa você como uma lança. É no momento em que leva esse golpe que se torna consciência – no momento do choque.

O conhecimento é um tipo de para-choque. Ele não deixa que você se abale e se choque. Está ali para proteger você, é como uma armadura à sua volta. Eu critico o conhecimento para que você possa se livrar dessa armadura, de modo que a vida possa lhe causar um choque que o leve a tomar consciência.

A vida está aí, pronta para abalar as suas estruturas a todo momento. O seu Ser está aí, dentro de você, pronto para ser desperto a qualquer momento. Mas entre os dois existe o conhecimento. E quanto maior o conhecimento, mais tempo demora esse despertar.

Torne-se inculto.

Nunca pense na espiritualidade como um processo de crescimento. Ela não é um crescimento.

Você já é um deus, um buda desde o princípio. Não tem de se tornar um buda – o tesouro existe, você só não sabe onde o deixou. Esqueceu a chave ou esqueceu como usar a chave. Você está tão embriagado de conhecimento que perdeu a noção de tudo o que você é. O conhecimento é alcoólico; ele embriaga as pessoas. Deixa uma percepção anuviada, reduz a memória ao mínimo. Depois elas começam a ver coisas que não existem e deixam de ver o que existe.

É por isso, que eu não falo sobre como você pode evoluir o seu Ser. O Ser já é o que deveria ser, ele é perfeito. Não é preciso acrescentar mais nada, nada pode ser acrescentado. Ele é uma criação da existência. Nasce da perfeição, por isso é perfeito. Basta que você acabe com todos os obstáculos que criou.

E toda a nossa sociedade continua se empenhando, continua se esforçando ao máximo para criar obstáculos. A criança nasce e imediatamente criamos obstáculos para ela. Começamos a fazer comparações. A comparação suscita a ideia de inferioridade e superioridade – e ambas são doenças, são obstáculos. Agora a criança nunca mais pensa só em si mesma, ela sempre vai se comparar com alguém. O veneno da comparação surtiu efeito. A pessoa vai viver infeliz; agora a felicidade do ser se tornará cada vez mais impossível.

Todo mundo nasce diferente, nasce especial. Nenhuma comparação é possível.

Você é você, eu sou eu. Um Buda é um Buda, e um Cristo é um Cristo, nenhuma comparação é possível. Se comparar você cria superioridade, cria inferioridade – os modos de ser do ego. E depois, claro, surgirá uma grande vontade de competir, uma grande vontade de derrotar os outros. Você vive preocupado, pensando se vai conseguir ou não os derrotar, porque se trata de uma luta violenta e todo mundo está querendo a mesma coisa: ser o número um. Milhares de pessoas estão tentando se tornar o número um. Isso cria uma enorme violência, agressão, ódio, inimizade. A vida passa a ser um inferno. Se você é derrotado, se sente desolado e são muito maiores as chances de ser derrotado do que de vencer. E mesmo que se saia bem, você não será feliz, porque o sucesso o deixa com medo; agora alguém pode querer tirar o seu lugar. Os rivais estão por todo lado, investindo violentamente contra você.

Antes de ter sucesso você vive com medo de não conseguir o que quer; depois que consegue, que ganha dinheiro ou conquista o poder, você vive com medo de alguém o tire de você. Antes você vivia tremendo e agora não é diferente. Os que fracassam são infelizes e os que vencem também são infelizes.

Neste mundo é muito difícil encontrar uma pessoa feliz, porque ninguém preenche as condições para ser feliz. A primeira condição é não fazer mais comparações. É desistir de todas essas ideias idiotas de ser superior ou inferior. Você não é nem uma coisa nem outra. Você é simplesmente você mesmo. Não existe ninguém igual a você, ninguém com quem possam compará-lo. Quando se dá conta disso, você passa a se sentir em casa.

É por isso que eu falo da estupidez que é o conhecimento – porque na verdade trata-se de ignorância mascarada de conhecimento. No momento em que se livra dele, você se torna criança outra vez – renovada, viva, vibrante, curiosa; os seus olhos se encherão de encantamento e o seu coração começará a palpitar com o mistério da vida; então a exploração se inicia e com ela a consciência. Você passa a perceber cada vez mais essa consciência interior que sempre existiu dentro de você, mas que foi abarrotada de conhecimento; por isso, para onde quer se voltasse, você não encontrava consciência; sempre encontrava algum conteúdo flutuando na consciência.

O conhecimento é como nuvens no céu. Neste exato momento existem muitas nuvens no céu. Se você olhar para cima não verá nem uma nesga de céu, só nuvens e mais nuvens. Esse é o estado da mente da pessoa instruída; pensamentos escrituras, grandes teorias, dogmas, doutrinas – tudo isso está flutuando como nuvens e você não consegue enxergar o céu.

Deixe que as nuvens se vão. Elas só estão aí porque você está se agarrando a elas. Elas só existem porque você continua apegado a elas. Solte-as, deixe que se afastem. Então você verá o céu limpo, um céu absolutamente infinito. Isso é liberdade. Isso é consciência. Esse é o verdadeiro saber.”

Osho em O Livro da sua Vida.

Anúncios

Um comentário sobre “O VERDADEIRO SABER

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s